Jovem Crente: Minhas capacidades e todo o meu ser diante de Deus

Minhas capacidades e todo o meu ser diante de Deus



Quando tratamos do tema “Deus não escolhe os capacitados, mas capacita os escolhidos”, sempre pensamos em simples habilidades, porém esse tema também pode ser abordado pensando que a capacitação tem a ver com a visão que nós temos de Deus. Deus não é contra habilidades, ele quer tanto as pessoas habilidosas quanto as sem habilidades rendidas diante da cruz de Cristo. Entretanto, o foco principal está no quão próximos e comprometidos estamos com Cristo.




Um dia, uma menininha chamada Emma, com seus três anos de idade, estava andando na praia de mãos dadas com seu pai. Era um dia lindo e muito ensolarado, quando, de repente, lá no alto, algo chama sua atenção. Ela avista uma coisa a princípio sem forma, tão distante que não dava nem para enxergar direito. Na mesma hora, dando um puxão repentino e desesperado no shorts de seu pai, pergunta numa voz animada, apontado para aquele objeto até então desconhecido: “Papai, o que é aquilo lá no céu?”.

Ao olhar, seu pai dá uma leve risadinha carinhosa e diz que era apenas um avião. Emma não se contenta com a resposta do seu pai, afinal de contas, não aparentava em nada ser um avião. Então novamente ela pergunta: “Mas papai é tão pequeno, como pode ser um avião?”.

Sabemos que o avião visto de longe é muito menor do que seu tamanho real à nossa visão e, por isso, essa história um pouco infantil nos traz um grande ensinamento para nossa vida espiritual:

A grandeza de Deus é vista por mim quanto mais perto eu estiver dele. 

Romanos 12.1-2 comprova a verdade dessa frase e expõe quais as implicações dela em nossas vidas.

Romanos 12.1 começa com a conjunção PORTANTO com o fim de concluir o raciocínio feito anteriormente (Romanos 11.33-36), ou melhor, expor a consequência do que havia sido dito. No trecho anterior, Paulo faz uso de versos que compunham um hino chamado “Hino de Louvor a Deus” para glorificar e exaltar a Deus, mostrando seu grandioso poder, sabedoria e conhecimento:

“...quão insondáveis são seus juízos e inescrutáveis os seus caminhos!” (Romanos 11.33b)

Bem como sua existência e autossuficiência é atestada com uma linda frase do poeta inspirado: 

“Pois dele, por ele e para ele são todas as coisas. A ele seja a glória para sempre! Amém” 
(Romanos 11.36).

Paulo irrompeu em louvores após ver os grandiosos feitos, planos e sabedoria de Deus. É por esse motivo que ele escreve esses maravilhosos versículos.


Artigos Relacionados:
Deus escolhe os piores, por isso Ele nos escolheu!
Quando o outro tem razão, mas não vergonha na cara
Não sou bom o suficiente!







Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe aqui seus comentários, sugestões ou opiniões. Lembre-se:
- pode discordar, mas com educação