Jovem Crente: Coisas que você precisa saber sobre a Bíblia

Coisas que você precisa saber sobre a Bíblia


Como cristãos, temos uma espécie de Manual de Sobrevivência que, se bem estudado e aplicado, nos ajudará a viver plenamente, fazendo a vontade de Deus. A Bíblia é esse manual. Apesar de não podermos encontrar coisas sobre alguns assuntos, como, por exemplo, namoro, aborto, colar na prova e outros assuntos corriqueiros e atuais, existem princípios e ordenanças que podem ser aplicados a todos esses aspectos da nossa vida.


Mas então, como sabemos que a Bíblia é esse nosso Manual de Sobrevivência, e não outros livros “sagrados” como, por exemplo, a Bíblia Católica, das Testemunhas de Jeová, Alcorão, ou até mesmo a Tanakh?

Aqui vão alguns fatos sobre a Bíblia que poderão nos explicar o porquê de a usarmos como nosso Manual de vida. 

a) A diversidade Bíblica aponta para uma direção só. A Bíblia é um conjunto de 66 livros, sendo 39 do Antigo Testamento e 27 do Novo Testamento, sendo a divisão o nascimento de Jesus. Foi escrita por 40 autores diferentes inspirados por Deus, de 3 continentes diferentes, de contextos históricos e culturais diferentes, com diferentes profissões e posições sociais, tudo isso durante um período de cerca de 1600 anos. Aí você pensa: tá, mas o que isso tem de tão importante? Bem, todas essas pessoas foram usadas por Deus para escrever a Bíblia, durante esse longo período de tempo e mesmo assim todas as histórias da Bíblia são conexas, fazem sentido quando colocadas lado a lado e são úteis para nossas vidas ainda hoje. Fantástico, não é? Nas palavras de Dan Stevers, "A Bíblia não é uma mera coleção de histórias, mas uma narrativa que aponta para Jesus".

b) Existem cerca de 1500 profecias na Bíblia, muitas das quais já se cumpriram. Cerca de 330 profecias são sobre Jesus, 189 já foram cumpridas na primeira vinda de Jesus. Algumas profecias sobre Jesus foram escritas 150 anos antes de seu nascimento.

c) Suas traduções não foram corrompidas no decorrer dos anos. O Antigo Testamento foi escrito em Hebraico, com algumas passagens em Aramaico. O Novo Testamento foi escrito em Grego Koinê. Porém, 175 rolos conservados de livros Bíblicos foram encontrados em cavernas na região do Mar Morto no ano de 1940, confirmando que o que temos hoje é SIM igual ao original.
Existem também algumas evidências internas quanto ao que a Bíblia é, como ela é e qual a importância dela em nossas vidas. (Hebreus 4:12; 2 Timóteo 3:16).

Tendo esses fatos em mente, podemos perceber que a composição toda da Bíblia Sagrada nos leva a apenas uma conclusão: que Deus criou esses livros para que nós pudéssemos conhecer as coisas que aconteceram no passado e, através disso, podermos saber quem é Deus e saber qual é o plano dEle para a nossa vida.

Então, o que temos que fazer uma vez que temos a Bíblia em mãos?

O grande e sábio Rei Salomão, escreveu um provérbio que ilustra o que Deus quer que façamos com a Bíblia.


Meu filho, não se esqueça da minha lei, mas guarde no coração os meus mandamentos, pois eles prolongarão a sua vida por muitos anos e lhe darão prosperidade e paz. 
Provérbios 3:1–2 


Em Josué 1:8, temos a instrução de meditar na Bíblia de dia e de noite. Se nos dedicarmos a ler uma passagem bíblica por dia e nos comprometermos em mantê-la em nossa mente o resto do dia, certamente isso nos ajudará a fazer as coisas corretamente e saberemos que estamos vivendo uma vida de acordo com o que Deus planejou desde o princípio.

Porém, se damos pouco caso à palavra de Deus, nos tornamos crentes inúteis, que não servem para nada além de manchar a reputação de Deus. Para esses casos, Tiago 1:22-25 nos explica como é aquela pessoa que lê a bíblia de vez em quando mas não a pratica. Ler e ouvir sobre a Bíblia não tem valor nenhum se não colocarmos isso em prática. Mais valeria não dizer-se “crente” se você é um que conhece, mas não põe em prática.

Agora que você já sabe um pouco mais sobre alguns fatos bíblicos e já sabe da importância da Bíblia, pense em uma coisa: Que valor você tem dado para a Bíblia? Quanto tempo você passa lendo livros, revistas ou coisas na internet, sem lembrar-se da importância de ler sua Bíblia. Coloque na balança o que é mais importante para você: encher sua mente de coisas passageiras ou de coisas que a poderão ajudar a viver uma vida abundante enquanto você caminha para a eternidade?


- Artigos Relacionados 
- A desvalorização da devoção
- Procrastinar, procrastinando, procrastinado!
- Como definir prioridades







Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe aqui seus comentários, sugestões ou opiniões. Lembre-se:
- pode discordar, mas com educação