Jovem Crente

Bom demais para ser verdade


Nada na vida é “de graça”. Crescemos em um mundo em que somos recompensados pelos nossos próprios méritos. Tudo tem um “se. Se você se comportar, podemos ir ao McDonald’s. Se você for um bom filho(a) durante o ano, você vai ganhar um presente de natal legal. Se você não se comportar e não merecer, o Papai Noel vai te dar carvão de Natal e por aí vai.

LEIA MAIS...

O que é pecado e como ele nos separa de Deus?


Existe algo muito incômodo para uma série de pessoas: conhecer gente nova. A exceção de algumas pessoas que são altamente comunicativas e, por isso, têm facilidade de conhecer novas pessoas, geralmente é bastante difícil se sentir a vontade com alguém que você não conhece. Os mais envergonhados ficam sem saber o que dizer e os mais tímidos chegam a travar.  

Porém, seja você altamente comunicativo ou tímido e envergonhado, fica uma dica para conhecer alguém novo: comece com essas duas perguntas: “qual o seu nome?” e “o que você faz?”.

LEIA MAIS...

Liberdade: "Fazer o que meu coração manda"




Nesse mês, iniciamos uma nova série aqui no blog chamada “Precisamos falar sobre pecado”. Nos próximos artigos, iremos pensar um pouco sobre um conceito que nunca esteve na moda, mas que cada vez mais se torna um pecado dizer que existe (desculpe o trocadilho). Por termos tantas opiniões sobre PECADO precisamos pensar o que Deus pensa sobre isso. Por isso, PRECISAMOS FALAR SOBRE PECADO. Aproveite!

LEIA MAIS...

Lidando com Traumas


Como lidar com traumas passados em relacionamentos futuros?

Ninguém começa um namoro na esperança de um dia terminar. A intenção de um casal de cristãos ao iniciarem um relacionamento é (ou pelo menos deveria ser) caminharem rumo ao casamento. Contudo, nem todos os namoros tem esse desfecho. Por mais que se trate de crentes comprometidos e que buscam a Deus, devido aos mais variados motivos, casais de namorados podem chegar à conclusão de que é melhor colocar um fim na relação.

Por vezes, términos podem ser bastante dolorosos e traumáticos e muitos de nós já passamos ou passaremos por esse momento difícil. Por esse motivo, é importante aprender a lidar com os traumas de relacionamentos passados e não deixar que eles influenciem e interfiram em futuros relacionamentos.

LEIA MAIS...

O trauma da separação!



Hoje vamos falar de um assunto um pouco delicado, mas que muitas pessoas têm enfrentado. Alguns podem achar normal, outros não, mas todos sofrem em alguma proporção. SEPARAÇÃO. Pois é! A separação nunca é fácil. Seja por morte, por distância, brigas, tempo; seja de um amigo, namorado, colegas de sala, de pais e filhos, netos e avós, maridos e esposas, irmãos ou irmãs. Ela sempre nos deixa marcas.

LEIA MAIS...

Relacionamentos Descartáveis

Caro leitor, muito provavelmente você já presenciou um término de relacionamento de alguém próximo ou até mesmo o seu próprio término, e viu algo parecido com essa frase sendo dita por um dos dois lados: “Ele (a) não me escutava e não me dava a devida atenção ”. Talvez você esteja perguntando-se onde quero chegar, mas eu peço um pouco de paciência, pois eu já explicarei. Ela não tem nada de errado em si e, em muitos contextos, ela realmente pode ser usada para demonstrar uma omissão por uma das partes. No entanto, essa frase é usada muitas vezes com a ideia de apontar que as vontades e desejos não estavam sendo mais atendidos. Qual o problema aqui? A menos que você tenha suas vontades e desejos conformados ao ideal de Deus, ninguém deve supri-los. Eles são pecaminosos e procurarão suprir lacunas com desejos desenfreados por paixões mundanas te levando a um pecado desenfreado e crescente. 

LEIA MAIS...