Jovem Crente: [Série] Fica ligado! #5 - As três mentiras mais ensinadas sobre o Espírito Santo

[Série] Fica ligado! #5 - As três mentiras mais ensinadas sobre o Espírito Santo


Esta é uma série com pequenos artigos que vão tocar nos assuntos mais essenciais da nossa fé. Aquilo que se não soubermos, dará um rolo enorme. Em cada um deles existe muito mais para se falar, mas eu desafio você a ler cada artigo e verificar se você já está alinhado com estas ideias.

Se ainda não viu, não esqueça de visitar os outros artigos da série:


Nem parece que já estamos no quinto artigo da série, mas é isso aí mesmo, já falamos sobre nossa salvação, sobre Deus o Pai, sobre Jesus Cristo, e hoje veremos as três mentiras mais ensinadas sobre o Espírito Santo.

Assim como vimos as pessoas do Pai e do Filho, agora precisamos aprender um pouco sobre o Espírito Santo. Quem é ele? O que faz? Como age em nossas vidas?

Nosso maior problema é que o Espírito Santo é muito mal compreendido em nossos dias. Se você está conhecendo a Deus agora, você já deve ter percebido que existem muitas igrejas diferentes, tanto entre os católicos quanto entre os evangélicos. Na maioria das vezes, estas diferenças acontecem por não entender direito o papel do Espírito Santo.

Segue então as três mentiras mais ensinadas sobre o Espírito Santo:

Mentira #1 – O Espírito Santo é uma força de Deus

Essa mentira é ensinada por um grupo chamado de Testemunhas de Jeová. Você já deve ter conhecido algum deles. Antigamente eles batiam nas portas das pessoas nos domingos de manhã, mas agora eles também ficam em lugares estratégicos das cidades distribuindo revistas e livros que ensinam sua doutrina. Eles dizem que o Espírito Santo é apenas o poder de Deus e não uma pessoa da trindade, como Jesus e o Pai.

A Bíblia tem muitos textos que falam do Espírito como sendo uma pessoa, um exemplo é quando Jesus disse que depois que ele fosse para o Pai, ele enviaria um consolador, o Espirito Santo, olha como Jesus fala do Espírito:

“Mas o Conselheiro, o Espírito Santo, que o Pai enviará em meu nome, lhes ensinará todas as coisas e lhes fará lembrar tudo o que eu lhes disse.” Jo 14.26

"Quando vier o Conselheiro, que eu enviarei a vocês da parte do Pai, o Espírito da verdade que provém do Pai, ele testemunhará a meu respeito.” Jo 15.26

A Bíblia também ensina o Espírito pode se entristecer, e somente um ser pessoal pode ficar triste:

“Não entristeçam o Espírito Santo de Deus, com o qual vocês foram selados para o dia da redenção.” Ef 4.30

Eu ainda poderia alistar os nomes usados a ele, as obras que ele faz, enfim, é muito difícil acreditar nesta mentira, de que o Espírito não é uma pessoa.

Mentira #2 – O Espírito Santo só é visto na vida de quem fala em línguas

Este é um assunto bem polêmico, bem polêmico mesmo.

Falar em línguas é um fenômeno que acontece quando alguém fala um idioma que nunca estudou, capacitado pelo poder de Deus. Essa história começou no livro de Atos, capítulo 2.

“Havia em Jerusalém judeus, tementes a Deus, vindos de todas as nações do mundo. Ouvindo-se este som, ajuntou-se uma multidão que ficou perplexa, pois cada um os ouvia falar em sua própria língua. Atônitos e maravilhados, eles perguntavam: "Acaso não são galileus todos estes homens que estão falando? Então, como os ouvimos, cada um de nós, em nossa própria língua materna? Partos, medos e elamitas; habitantes da Mesopotâmia, Judéia e Capadócia, Ponto e da província da Ásia, Frígia e Panfília, Egito e das partes da Líbia próximas a Cirene; visitantes vindos de Roma, tanto judeus como convertidos ao judaísmo; cretenses e árabes. Nós os ouvimos declarar as maravilhas de Deus em nossa própria língua! " Atos 2.5-11

Até aqui a história é linda, para pregar o evangelho Deus capacitou seus discípulos para que falassem a língua de pessoas de outros povos que estavam reunidos ali em Jerusalém. Se você me perguntar se Deus pode fazer isso, minha resposta será:

É claro, ele já fez.

O problema começou quando começaram a achar que o Espirito Santo tinha que fazer isso na vida de todo mundo, e que se ele não fizesse na sua vida, isso significava que ele não estava agindo em você.
Temos alguns problemas com relação à isso:

  1. Normalmente quem fala em línguas, hoje em dia, não fala um outro idioma, como alemão, japonês, cantonês, enfim, uma língua de outro povo para testemunhar de Jesus. Se isso acontecesse seria ótimo, eu mesmo estou vivendo em um país que fala Bahasa Malaio, que maravilha seria começar a falar a língua do povo sem nenhum estudo, me ajudaria muito na evangelização.
  2. No Novo Testamento temos cartas escritas para igrejas de várias cidades (Roma, Corinto, Galácia que era uma região e não uma só cidade, Éfeso, Colossos, Filipos, Tessalônica, Creta, Esmirna, Pérgamo, Tiatira, Sardo, Filadélfia, Laodicéia) e de todas as cartas, a única igreja na qual claramente vemos o Dom de Línguas acontecendo e sendo explicado é Corinto, mas essa não era uma boa igreja, pelo contrário, era uma igreja carnal.
“Irmãos, não lhes pude falar como a espirituais, mas como a carnais, como a crianças em Cristo.” 1 Co 3.1

Em outras palavras, normalmente não vemos línguas hoje em dia acontecendo como víamos quando a igreja começou e é possível sermos bons cristãos sem nunca termos falado em língua.

Mentira #3 – O Espírito Santo não age mais em nossos dias

Esta provavelmente é a maior mentira de todas. A Bíblia ensina claramente que o Espirito Santo seria enviado por Jesus para nos ajudar, ele agiria em nossos dias e está agindo.

A primeira forma de atuação do Espírito nas nossas vidas está na nossa salvação, já falamos um pouco sobre isso nos artigos 1 e 2.

A segunda ação do Espírito que quero ressaltar é o fruto que ele produz em nossas vidas:

“Mas o fruto do Espírito é amor, alegria, paz, paciência, amabilidade, bondade, fidelidade, mansidão e domínio próprio. Contra essas coisas não há lei.” Gl 5.22-23

E em terceiro lugar temos que lembrar que ele nos dá habilidades para servirmos aos demais irmãos, chamamos estas habilidades de dons espirituais e o Novo Testamento tem uma lista enorme deles.

“Há diferentes tipos de dons, mas o Espírito é o mesmo. Há diferentes tipos de ministérios, mas o Senhor é o mesmo. Há diferentes formas de atuação, mas é o mesmo Deus quem efetua tudo em todos. A cada um, porém, é dada a manifestação do Espírito, visando ao bem comum.” 1 Co 12.4-7


Como eu posso então ser usado pelo Espírito?

A Bíblia é clara em dizer que o Espírito Santo é uma pessoa, que ele é Deus e que ele age em nossas vidas. Não se preocupe em falar em línguas, mas sim em permitir que o fruto deste Espírito esteja presente em sua vida, e use suas habilidades dadas por Deus para servir outras pessoas, essas atitudes demonstram alguém guiado e usado pelo Espírito Santo.







Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe aqui seus comentários, sugestões ou opiniões. Lembre-se:
- pode discordar, mas com educação