Jovem Crente: Solteiros sim, sozinhos nunca!

Solteiros sim, sozinhos nunca!

Cada dia mais, temas como "princípios para o namoro", "namoro cristão" ou "como me preparar para namorar" são procurados por jovens cristãos em todo o mundo. O anseio por encontrar alguém muitas vezes faz com que preocupação de se preparar para quando esse grande dia chegar seja maior do que a preocupação com ser alguém agradável aos olhos de Deus hoje, independentemente se o período de "solteirice" vai ser seguido ou não pelo período de namoro, noivado e casamento.
Isso mesmo, pode ser que o seu período de solteiro nunca acabe, e não há nada errado com isso.
É sobre esse tema que gostaria de falar no texto de hoje: o tempo de solteiro, quer seja ele passageiro ou por toda a vida. Vamos abordar esse tema em três tópicos:


1. O tempo de solteiro servindo a Deus e sendo preparado para um futuro relacionamento. 
A preocupação de muitos jovens cristãos solteiros é "serem a pessoa que gostariam de ter", o que é muito válido, mas acredito que podemos e devemos ir além: devemos buscar ser a pessoa que Deus gostaria que nos tornássemos a cada dia. O padrão assim fica muito mais elevado, não é sobre ser bom para alguém, mas agradável aos olhos de Deus. Minha irmã gosta muito de uma frase e sempre repete para mim e para algumas amigas: "A pessoa vai se apaixonar pelo perfume de Jesus exalando em você, por ver o caráter dele no seu". É exatamente isso! Focar em ser alguém agradável aos olhos de Deus vai, simultaneamente, nos tornar agradáveis aos olhos de quem também tem caminhado com Deus. Nossa motivação se torna mais pura e alinhada com o desejo de Deus para nossas vidas: glorificar a ele. 

“Assim, quer vocês comam, quer bebam, quer façam qualquer outra coisa, façam tudo para a glória de Deus.” 1 Coríntios 10.31

“Seja a atitude de vocês a mesma de Cristo Jesus,” Filipenses 2.5

“aquele que assim serve a Cristo é agradável a Deus e aprovado pelos homens.” Romanos 14.18

2. Nosso coração em relação a possibilidade de nunca nos casarmos.
Até cerca de três anos atrás, nunca tinha parado para refletir sobre como a realidade do matrimônio não é óbvia. Não é óbvio que todos vão se casar, nem todos vão. Isso não deveria ser motivo de preocupação ou tristeza, mas muitos jovens, mesmo que compreendam essa realidade, tem medo de não terem uma vida tão plena e feliz se ficarem solteiros quanto imaginam que teriam se casassem com alguém.
Isso é uma mentira difícil de abandonar, mas lembrar que Deus é soberano nos seus propostos nos ajuda a descansar em relação ao futuro, inclusive e especialmente nesse aspecto. Um dos homens mais usados por Deus em toda a história da igreja foi Paulo. Ele pregou em diversos locais, muitos creram em Jesus por meio da vida dele e foi usado inclusive para escrever maior parte do que hoje temos como o novo testamento. Esse grande homem de Deus nunca se casou. Ele enfrentava adiversidades, perseguição, fome, dores, e muitas situações que provavelmente a maioria de nós jamais vai viver, mas era satisfeito em Jesus, alegre e pleno pelo fato de ter Jesus e até as tribulações para ele eram motivo de alegria. 

“Não só isso, mas também nos gloriamos nas tribulações, porque sabemos que a tribulação produz perseverança;” Romanos 5.3

Paulo, inclusive afirma que gostaria que todos fossem como ele:

“Gostaria que todos os homens fossem como eu; mas cada um tem o seu próprio dom da parte de Deus; um de um modo, outro de outro. Digo, porém, aos solteiros e às viúvas: É bom que permaneçam como eu.” 1 Coríntios 7.7,8

“Você está casado? Não procure separar-se. Está solteiro? Não procure esposa.” 1 Coríntios 7.27

3. A graça de Deus suficiente para moldar e preparar nossos corações seja qual for nosso futuro em relação ao sexo oposto.
Essa é uma verdade bíblica, mas preciso ressaltar que se for para se casar, que seja de maneira honrosa a Deus, com alguém que também serve a ele, e para a vida toda em fidelidade. Se for para permanecer solteiro, que seja em pureza, controlando seu corpo de forma honrosa. 

“Mas, se não conseguem controlar-se, devem casar-se, pois é melhor casar-se do que ficar ardendo e desejo. Aos casados dou este mandamento, não eu, mas o Senhor: Que a esposa não se separe do seu marido. Mas, se o fizer, que permaneça sem se casar ou, então, reconcilie-se com o seu marido. E o marido não se divorcie da sua mulher.” 1 Coríntios 7.9-11

Por fim, devemos lembrar que podemos estar solteiros, mas jamais estaremos sozinhos! A maior e melhor coisa das nossas vidas é Jesus. É o relacionamento com ele que devemos buscar antes de qualquer outro, sendo ou não solteiros. Mateus ressalta muito bem isso ao nos estimular a buscar em primeiro lugar o reino de Deus, pois todas as demais coisas nos serão acrescentadas.

“Busquem, pois, em primeiro lugar o Reino de Deus e a sua justiça, e todas essas coisas serão acrescentadas a vocês.” Mateus 6.33





Artigos Relacionados:











Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe aqui seus comentários, sugestões ou opiniões. Lembre-se:
- pode discordar, mas com educação