Jovem Crente: [Série] Fica Ligado! #2 - Três fatos que comprovam que você NÃO perde a salvação

[Série] Fica Ligado! #2 - Três fatos que comprovam que você NÃO perde a salvação


Esta é uma série com pequenos artigos que vão tocar nos assuntos mais essenciais da nossa fé, aquilo que se não soubermos vai dar um rolo enorme. Em cada um deles existe muito mais para se falar, mas eu desafio você a ler cada artigo e verificar se você já está alinhado com estas ideias. 

Se ainda não viu, não esqueça de visitar os outros artigos da série:



Você entendeu que não é perfeito e que não pode salvar a si mesmo. Entendeu também que Jesus morreu no seu lugar, para pagar por você, e por causa disso você confiou em Jesus para sua salvação. Nós podemos dizer então que você está salvo, certo?

Pois é, algumas pessoas acham que não, acham que apesar de você ter entregado sua vida a Jesus você não pode ter certeza se está salvo. Com certeza este é um assunto bem polêmico e já falamos disso no blog neste artigo aqui, mas como estamos em uma série, hoje quero mostrar para você três fatos que comprovam que você não perde a salvação.



Fato #1 – Minha salvação não é fruto do que EU faço

Mais uma vez tenho que mostrar Efésios 2.8-9. Nesse texto vemos que a salvação é um presente dado por Deus, é baseado em Deus e não no que eu faço.
Se você não leu o texto no primeiro artigo da série, aí vai ele novamente:

Pois vocês são salvos pela graça, por meio da fé, e isto não vem de vocês, é dom de Deus; não por obras, para que ninguém se glorie.


Efésios 2.8-9
Uma palavra importante neste versículo é a palavra GRAÇA. Essa palavra indica que a salvação é um presente, que não merecemos esse presente, mas mesmo assim Deus nos dá. Ele não nos dá por que fizemos algo, mas por que ele quer.

Quando eu era adolescente eu fiz orações entregando minha vida pra Jesus diversas vezes. Eu entendia que eu precisava de Jesus e que somente ele poderia me salvar, então eu queria entregar minha vida pra ele. O problema é que eu tinha dúvida se tinha feito do jeito certo. Eu não sabia se tinha usado as palavras certas na oração, se tinha orado tempo suficiente ou se deveria fazer algo mais. É como se eu precisasse usar uma palavra mágica, tipo “abracadabra”, e que se a pronuncia fosse errada a mágica não aconteceria.

No fundo, eu pensava que Deus me salvaria se eu seguisse uma série de passos, mas isso estava errado, eu era salvo apenas pela fé. Se minhas palavras na oração foram bonitas ou não, isso não importava. A única coisa que importava era se eu confiava nele, e então, ele me dava o presente da salvação e perdoava meus pecados. 

Desta forma, a salvação não é fruto do que eu faço, mas do que Deus faz, e aí vemos o segundo fato:


Fato #2 – Minha salvação é fruto do que Deus faz

Leia o que Jesus disse em João 6.37-40 (NVI)

Todo o que o Pai me der virá a mim, e quem vier a mim eu jamais rejeitarei. Pois desci do céu, não para fazer a minha vontade, mas para fazer a vontade daquele que me enviou. E esta é a vontade daquele que me enviou: que eu não perca nenhum dos que ele me deu, mas os ressuscite no último dia. Porque a vontade de meu Pai é que todo o que olhar para o Filho e nele crer tenha a vida eterna, e eu o ressuscitarei no último dia".


Olha que fantástico! Esse texto mostra que a vontade de Deus é a de ressuscitar no último dia todos os que olharam para Jesus e creram nele. Não fala apenas de algo no momento da conversão deste pessoal, mas de algo que vai acontecer no futuro.

Nesse texto não temos uma condição como ser bonzinho o resto da vida, não contar mais nenhuma mentira, frequentar esta ou aquela igreja, dar dízimos e ofertas, enfim, a lista pode ser longa. Não estou dizendo que estas coisas não são boas, mas elas não são a razão por que Deus nos salvará, a razão é a vontade dele e a obra de Jesus. Deus quer e Jesus vai fazer e ponto.

É claro que você pode dizer: “Deus quer, mas como posso ter certeza de que ele vai conseguir fazer?”
Dá uma olhada neste outro versículo no livro de João:

Eu lhes dou a vida eterna, e elas jamais perecerão; ninguém as poderá arrancar da minha mão.
João 10.28 (NVI)

Aqui Jesus diz que deu a vida eterna para aqueles que creem nele e ninguém, ninguém pode tirar essas pessoas da mão de Jesus.
É Jesus que está dizendo isso e creio que podemos chamar isso de promessa. Então aqui entra nosso terceiro fato:


Fato #3 – Deus prometeu a salvação e ele não mente

As palavras de Jesus em João já são suficientes para garantir esta promessa, mas existem outros versículos que falam sobre ela. Um dos mais interessantes está em Efésios 1.13-14 (NVI)

Nele, quando vocês ouviram e creram na palavra da verdade, o evangelho que os salvou, vocês foram selados com o Espírito Santo da promessa, que é a garantia da nossa herança até a redenção daqueles que pertencem a Deus, para o louvor da sua glória.

Aqui Deus fala do selo do Espírito Santo e mostra este selo como uma garantia de que aqueles que realmente confiam em Jesus para sua salvação chegarão à redenção. Esta palavra não é muito comum nos nossos dias, ela fala dessa salvação plena, do pagamento pelos nossos pecados e na nossa vida eterna com Deus.

E daí?

Agora que você sabe que a salvação de quem verdadeiramente crê em Jesus está garantida, isso gera uma gratidão e um amor ainda maior por Deus em nossos corações. Vamos viver vidas para Deus como forma de agradecer e honrar o que Cristo fez. 

No meu caso por exemplo, não estou tentando obedecer a Deus cada dia para tentar ganhar a salvação, isso ele já me deu, estou tentando parecer mais com Cristo por amor a ele e por gratidão por seu sacrifício.

Se você ainda tem dúvida vou deixar um link com as 80 razões por que um Crente não perde sua salvação.

Na próxima semana na série Fica ligado falaremos sobre Deus. Talvez você ache que já sabe tudo sobre Ele, mas será que sabe mesmo?








Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe aqui seus comentários, sugestões ou opiniões. Lembre-se:
- pode discordar, mas com educação