Jovem Crente: A porta estreita da felicidade

A porta estreita da felicidade


O que Jesus quer dizer quando ele disse que feliz é o pobre de espírito”?

Quando Jesus inicia o sermão do monte, em Mateus 5, ele começa “Bem-aventurados os humildes de espírito, porque deles é o reino dos céus.“

Eu nunca havia entendido isso. Era o tipo de passagem que eu lia e pensava “aham, nossa que lindo né. Próximo.” Até que outro dia eu ouvi uma pregação do John MacArthur em que ele explicava mais ou menos o que isso queria dizer.

Eu fiquei chocada.

Segundo o que eu aprendi, a palavra usada para pobre é a mesma usada para um pedinte. Aquela pessoa que tem tanta vergonha de sua situação que não pode trabalhar, não tem condições físicas de trabalhar, não tem habilidade para trabalhar e tudo o que a pessoa consegue fazer é pedir esmola. A pessoa vive em um estado que depende da boa vontade da doação de outras pessoas. O pastor estava falando que, na época de Jesus, os pedintes usavam um pano para cobrir o rosto e só esticavam a mão. Tinham vergonha de seu estado deplorável.

Foi essa a palavra que Jesus usou. E ele não estava falando isso literalmente, no sentido “sejam pobres e miseráveis”. Até porque, se fosse o desejo de Jesus que fôssemos assim, ele não falaria para doar dinheiro para os pobres, para ajudar os necessitados e etc. Então o que Jesus quer é que sejamos tão atentos à nossa mesmice, que reconheçamos nossa pequenez e nossa invalidez. Que percebamos que realmente não somos nada.

A gente vê atitudes assim diversas vezes na vida de personagens da Bíblia. Davi disse “Os sacrifícios para Deus são o espírito quebrantado; a um coração quebrantado e contrito não desprezarás, ó Deus.” Salmos 51:17

E Davi foi O cara. Ele foi uma pessoa que, apesar de pecador, tinha o coração totalmente voltado para Deus. Ele é conhecido como o homem segundo o coração de Deus. É conhecido como o homem que reconhecia seu pecado, sua vida decadente, que reconhecia que precisava de um salvador, que não tinha dificuldades em se humilhar diante de Deus e reconhecer que não passava de pó.

Isaías também foi outro exemplo disso e, quando ele viu a glória de Deus, ele disse: "Ai de mim! Pois estou perdido; porque sou um homem de lábios impuros, e habito no meio de um povo de impuros lábios; os meus olhos viram o Rei, o Senhor dos Exércitos. (Isaías 6:5). Esse “Ai de mim“, é a mesma coisa que dizer “amaldiçoado seja eu“.

São atitudes como essas que Jesus espera de nós. Atitudes de alguém que não tem dificuldade em admitir que “Somos como o impuro todos nós! Todos os nossos atos de justiça são como trapo imundo. Murchamos como folhas, e como o vento as nossas iniquidades nos levam para longe.” (Isaías 64:6)

Se quisermos ser realmente felizes (já que o versículo de Mateus começa com “Bem-aventurados os pobres de espírito“, ou seja “feliz”), a gente precisa reconhecer nossa pequenez diante de Deus, quebrantar nosso orgulho, nosso Eu, reconhecer que não somos tão “bonzões" como nós pensamos. Reconhecer que, se quisermos nos aproximar mais de Deus, devemos ter um coração quebrantado, um coração moldável. “O Senhor está perto dos que têm o coração quebrantado e salva os de espírito abatido.” Salmos 34:18.

E então, eu me pergunto. É isso que a gente aprende hoje em dia?

Várias pessoas têm receitas mágicas para a felicidade. “Faça isso na sua vida que você vai ser feliz”. “Determine a felicidade na sua vida”. “Erga sua cabeça e seja feliz!”. “Seja feliz sozinho”. E sabe de uma coisa? Pessoas passam anos e anos acreditando nessas mentiras, tentando trazer sorrisos em seus rostos, sorrisos que não alcançam seus olhos, porque acham que “se talvez eu falar pra mim mesma repetidas vezes que eu sou feliz, isso vai se tornar realidade.”

A verdade é que não vai.

Jesus começa a ensinar, logo no começo do seu ministério que o caminho da felicidade começa na porta de entrada para o Reino de Deus.

E a porta de entrada para o Reino de Deus é estreita, muito estreita.

Felizes são aqueles que têm um coração quebrado, quebrantado, que entendem que não são nada.

Pois deles é o Reino dos Céus.





Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe aqui seus comentários, sugestões ou opiniões. Lembre-se:
- pode discordar, mas com educação