Jovem Crente: O suicida vai para o céu?

O suicida vai para o céu?


Esta é uma das perguntas mais polêmicas que surge em rodas de conversas e que gera curiosidade, parece que saber sobre o destino eterno das pessoas é algo interessante e, a maioria dos adolescentes que me perguntam, estão somente especulando sobre várias dúvidas como:

·         O suicida vai para o céu?
·         Para onde as criancinhas vão quando morrem?
·         Qual a gravidade do pecado?

Enfim, isso e muito mais.

Como dia 10 deste mês foi o dia mundial da prevenção ao suicídio, quero falar um pouco sobre o assunto, mas antes, é preciso lembrar que não estamos tratando de um assunto sem importância. Muitas pessoas sofrem dores profundas na alma e chegam ao ponto de achar que tirar a própria vida é uma alternativa viável. Por isso, apesar de tentar ser objetivo e breve, temos que lembrar que algo que para você pode não ser um problema e o sofrimento que você consegue suportar, talvez para seu amigo seja grande demais.

Vou fazer uma pergunta e de acordo com a sua resposta, quero que vá para uma das partes do artigo, ok?

Você já pensou seriamente em se matar? Já pensou que o suicídio seria a solução para seus problemas?

SIM – se esta é sua resposta, vá para a parte 1 do artigo, quero conversar contigo antes de chegar na parte 2.

NÃO – se esta é sua resposta, vá para a parte 2 do artigo, lá você vai matar sua curiosidade quanto à pergunta no começo do artigo.

PARTE 1 – JÁ PENSEI SERIAMENTE EM ME MATAR

Se você pensou em se matar, imagino que esteja passando por um problema. Não posso lhe dizer que o problema não existe, nem que é insignificante ou que sua dor não é real. Sei que para você ela é difícil e grande, mas você precisa lidar com ela.

Buscamos uma solução para nossas dores porque não queremos mais viver com elas, imaginamos que viver sem elas é melhor do que com elas. Porém, precisamos reconhecer que o suicídio não elimina a dor, ele elimina a vida. Não é possível experimentar a vida sem a dor porque a vida não existe mais. É por isso que eu incentivo você a buscar outra solução, uma solução real, que lhe traga de volta a vida plena e não que acabe com ela.

Além de não ser uma solução real, o suicídio é também uma solução egoísta, pois você pensa que aliviará a sua dor, mas não pensa nos que estão ao seu redor. O suicídio cria mais dor, pessoas que você ama sofrerão. Sei que alguns podem fazer parte da sua dor, mas muitos não têm culpa alguma e te amam.

O suicídio se torna única a opção daquele que não tem mais esperança. Você olha para a frente e não vê outra coisa a não ser a dor e o sofrimento que já fazem parte da sua vida. Porém, lembre-se de que não sabemos o futuro. Não conseguimos imaginar se existe ou não um novo amanhecer, um dia onde as nuvens escuras não vão mais existir, e uma vida diferente é possível.

Quero ilustrar isso com o sofrimento que muitos judeus, ciganos e tantos outros tiveram nos campos de concentração nazista durante a Segunda Guerra.  Anos de tortura e desrespeito, um sofrimento real e que nenhum de nós pode minimizar. Sei que muita gente morreu e depois de viverem vários anos vendo todos ao redor definhar até morte, é bem provável que muitos deles pensaram que jamais sairiam dali, que seu fim seria naquela dor. Mas certo dia, os campos foram descobertos, soldados aliados abriram os alambrados, a guerra acabou e hoje, cerca de 70 anos depois, ainda é possível encontrar vítimas daqueles dias. Marcados no corpo com os números dos campos e na alma pelo que passaram, no entanto, muitos deles puderam se casar, ter filhos, netos e bisnetos. Tiveram vidas felizes e realizadas, algo que no momento da dor era impossível de imaginar. Se matar naquele momento impediria que vivessem tudo o que viveram depois.

Se você realmente pensa em se matar, lembre-se que o amanhã não precisa ser igual ao hoje, que nem eu nem você sabemos o futuro e que é possível uma mudança tão grande que se eu te contasse hoje, seria difícil de acreditar. Precisamos recobrar a esperança, e só Deus pode trazer ela pra nós.

Quando Cristo veio à terra ele chamou para si todos os que estavam cansados e sobrecarregados (Mt 11.28), disse que deixaria sua paz (Jo 14.27; 16.33) e que aqueles que choram seriam consolados (Mt 5.4).

Salmo 46.1-3 diz que Deus é nosso refúgio e fortaleza, nele podemos encontrar solução para os nossos problemas. Neste processo, a Bíblia nos ensina a pensar no que é verdadeiro e bom (Fp 4.8) e Deus é verdadeiro e bom. Quantas vezes focamos em nossos problemas, mas é preciso focar em Deus.

Busque ajuda, procure um conselheiro bíblico que o ajude a lidar com suas dores e problemas, procure uma solução real, que pode trazer para você a vida plena prometida por Cristo (Jo 10.10).

PARTE 2 – NUNCA PENSEI EM ME SUICIDAR

Se você está aqui é por que não está lutando com esta dor, quer apenas a resposta à pergunta se um suicida vai ou não par ao céu. Bom, a maioria esmagadora dos cristãos acredita que um suicida vai para o inferno. Porém, vou compartilhar algumas coisas contigo.

Primeiramente, aquele texto que diz que os suicidas não herdarão o reino dos céus. Lembra? Aquele que sempre é citado quando falamos do assunto? Pois é, este texto não existe. Nenhum versículo diz que os suicidas não entrarão no reino dos céus.

Então quer dizer que suicídio não é pecado?

Calma, não disse isso, disse que a ideia de que um suicida vai direto para o inferno não é bíblica. Apesar de não existir nenhum texto bíblico que diga claramente que suicidar-se é pecado, entendemos que a ordem de não matar (Êx 20.13) se aplica a este assunto. O princípio da lei é preservar a vida, de forma que tirá-la seria um pecado, mesmo que seja a minha própria vida.

Se matar-se é um pecado, preciso então lembrar como Deus trata os pecados. Deus diz que Cristo morreu por nós exatamente porque somos pecadores (Rm 5.8), e que somos salvos quando temos fé nele (Ef 2.8-9), isso acontece pela graça, ou seja, não porque eu mereço nada. Quando cremos nos tornamos filhos de Deus (Jo 1.12), somos selados com o Espírito (Ef. 1.13) e nascemos de novo (Jo 3.3). Em Romanos 5.1 vemos que somos declarados justos.

Tendo sido, pois, justificados pela fé, temos paz com Deus, por nosso Senhor Jesus Cristo... Rm 5.1

Resumindo, quando cremos em Jesus nos tornamos filhos de Deus e somos comprados por ele. Nosso pecado é totalmente pago. Ainda que eu venha a cometer algum pecado, ainda que eu faça algo fora dos padrões de Deus, ainda que seja algo muito grande, eu sou filho de Deus e salvo por Cristo.

Alguns vão entender esta afirmação como uma liberação para pecar, mas se você continuar o texto em Romanos, no capítulo 6, o próprio Paula já falou sobre isso e mostrou que alguém que é nascido de Deus vai lutar por uma vida pura e correta.

Sendo assim, eu creio que, alguém que realmente nasceu de novo, e por algum motivo cometeu um pecado (seja ele qual for), não perde sua salvação.

Sei que alguns duvidam que um cristão genuíno chegaria ao ponto de tirar os olhos de Cristo e cometer um suicídio, talvez possa até ser verdade, mas existem situações tão difíceis e sombrias em nossas vidas, momentos nos quais perdemos a razão e agimos sem pensar, que chego a concluir que até mesmo um cristão pode chegar a este ponto.

Imagine um pai que chega em casa e descobre sua esposa e filhos mortos por causa de um assalto. Naquele momento de angústia, um momento de dor profunda, até um cristão verdadeiro poderia chegar a um ponto de desespero, tirar os olhos de Cristo e matar o assassino ou talvez a si mesmo. Como julgar tal homem?

Se ele nasceu de novo, se ele é filho de Deus, creio que ele está salvo, mesmo que no desespero tenha feito algo muito errado.

Concluindo, sei que nem todas as dúvidas foram esclarecidas e, talvez, você ainda queira comentar sobre o assunto, mas meu resumo seria:

1. O suicídio não é uma solução para nossos problemas, é uma saída egoísta, que não vê a possibilidade de uma vida diferente que Deus pode nos dar e é pecado pois tira uma vida.


2.  O que determina se uma pessoa vai ou não ao céu é sua fé em Cristo. Uma vez salva ela não perde sua salvação, foi comprada e tornou-se filha de Deus. Creio ser possível que até mesmo um cristão verdadeiro chegue ao ponto de desespero de tirar a própria vida. Ele erra ao fazer isso, mas estará com o Senhor no céu.


Artigos Relacionados:





16 comentários:

  1. Não discordo, e estou encaixada na opção 1, jà pensei em suicídio, jà tentei-o três vezes, e ainda luto contra a depressão. Mas acho que apenas faltam algumas informações, como a de que a depressão e, mais profundamente a tendência suicida não são problemas imaginàrios, não são uma dor causada pela fuga de problemas, nem são problemas causados pela fraqueza em lidar com frustrações, està obviamente ligada a essas coisas, mas dizer que esta é a única causa é dizer que é frescura. depressão e a tendência suicida são doenças reais e sérias, que necessitam de tratamento especializado, causadas por uma alteração química no cérebro. É importante deixar claro que a pessoa que sofre destes problemas não escolheu isso, e que frases de auto-ajuda como "sorria, a vida é bela" não surtem efeito pois não é um desânimo da vida temporàrio, é realmente um problema sério, uma doença profundamente cruel..
    Obrigada, só acrescentando.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Gabrielly, não entendi claramente se você concordou, discordou ou apenas comentou o post, mas não se preocupe, seja qual for a situação, agradeço por expor aqui um pouco do seu sofrimento.
      O post era pra responder a pergunta do título, mas normalmente ela é feita por quem está apenas curioso, e eu não queria escrever apenas para matar uma curiosidade, por isso tentei dividir o post em duas partes, pois sei que pessoas reais sofrem dores reais e precisam de ajuda no tratar com seus sofrimentos.
      Sei que um texto não pode responder às questões particulares de cada pessoa. Minha intenção nunca foi menosprezar a dor, mas dizer que o suicídio não é uma boa opção, dizer que Deus tem esperança para cada um de nós e sugerir que a pessoa que sofre busque ajuda.
      Se deixei transparecer algo diferente perdoe-me.

      Excluir
    2. https://www.youtube.com/watch?v=egafPYJ35qE Meu testemunho.

      Excluir
  2. Não entendi essa parte de uma vez salva. Pra mim a salvação é conquistada à casa dia, senão seria fácil.Vou aceitar a Jesus e frequentar uma igreja por um mês e depois sair e fazer o que eu quiser com a minha vida porque estou salva? Essa parte n faz sentido pra mim!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A salvação é pela fé, não é conquistada por obras ou um pouquinho a cada dia. Em Lucas 6 diz que "pelos frutos os conhecereis". Se uma pessoa é genuinamente convertida, ela vai produzir frutos da nova vida, se não for, ela realmente irá um mês na igreja e depois não voltará. Romanos 6 diz que não podemos viver no PECADO, pelo contrário, devemos "andar de modo digno da vocação a qual destes chamados" Efésios 4:1-2.

      Excluir
  3. É salvo pela fé, mas a fé sem obras é morta! Nós somos criação de Deus, só nos tornamos filhos quando aceitamos a Cristo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Jubas, dá uma lida em Romanos 6. Paulo explicou tão bem nos capítulos anteriores que as pessoas não mereciam ir para o céu, que eram justificadas por Deus e então estavam salvas, que os leitores tiveram exatamente a mesma reação que você. "Bom, já que estou salvo, então vou pecar.". Mas na verdade, quem realmente é salvo não busca isso.

      Excluir
    2. As obras são frutos de nossa fé e não nossa fé fruto das obras.
      Quando nos encontramos com Cristo somos salvos por ele, pois nada podemos sem ele, quando somos salvos temos atitudes de salvos.

      As nossa atitudes não conquistam a salvação, pois, ela não é adquirida por obras, mas a nossa salvação molda nossas atitudes. Certo?

      Excluir
  4. Pastor me perdoe, porém discordo do seu ponto de vista! O exemplo dado por sua pessoa não condiz com o que a Bíblia fala. Devemos olhar a situação de Jó que mesmo ao perder tudo Oq tinha não tirou a própria vida. Pelo contrário, Jó glorificou a Deus dizendo "O Senhor deu, O Senhor tirou, louvado seja Teu nome". Acho q um verdadeiro cristão por mais q perca sua família por falecimento seja em assalto ou outra situação, deve fixar mais ainda os olhos na palavra e na pessoa de Jesus e se perguntar "Jesus faria isso??". Agradeço por ler minha opinião. Espero que Jesus o incomode com a verdade que só Ele pode falar e não eu

    ResponderExcluir
  5. Pastor perdoe me, porém discordo do seu ponto de vista! Não gostei do exemplo que você deu para uma possível "desculpa" ao suicida msm este sendo cristão. Creio que devemos viver uma vida baseada na palavra de Deus e lá encontramos um belo exemplo de quem passou por um tremendo sofrimento mas não tirou sua própria vida, que seria a pessoa de Jó. Jesus deixou bem claro pra nós ali que devemos ser gratos em todas as situações sempre, como Jó fez ao dizer "O Senhor deu, O Senhor tirou, louvado seja Teu nome" mesmo em meio a todas às perdas que havia sofrido. Como cristãos devemos ser imitadores de Cristo e sempre fazer aquilo que Ele também faria. Ou seja, Jesus passou pelas mesmas dificuldades que as nossas e não desistiu! Oro pra que o Espírito Santo sopre verdade a quem ler este comentário e que isso não seja minha opinião mas sim aquilo que é proveniente de Deus.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Gustavo, em casos onde a pessoa conseguiu vencer a dificuldade e responder de forma adequada, como no caso de Jó, é bem fácil explicar. Nossa dificuldade é em situações onde o desejo pela morte chega, como Jonas e Elias. Sei que nenhum deles concretizou o desejo. No caso também de Sansão que não continua sofrendo preso e se mata para matar os filisteus. Enfim, acho que a questão é:

      1. Supondo que uma pessoa se converteu genuinamente;
      2. Suponto que por alguma razão passa por uma dificuldade com a qual não consegue lidar;
      3. Supondo que ela tire a própria vida.

      Ela iria para o céu pois ela não perde sua salvação
      Ela iria para o inferno pois ela cometeu um pecado e não teve perdão

      Estamos partindo do pressuposto que a pessoa é salva.

      Excluir
  6. Eu gostei muito do artigo, mas ainda tenho duvidas, a nossa salvação foi conquistada por Cristo, e podemos nos arrepender de nossos pecados de maneira que eles não tem o poder de nos separar de Deus, mas se não houver o tempo deste arrependimento? E se eu partisse na pratica do pecado, muitas das vezes um descrente tenta contra a propria vida e logo dizemos que ele morreu sem Deus mas ele pode ter tido um tempo para se arrepender e eu creio que este tempo é valioso e através do arrependimento ele é salvo. Certo?

    ResponderExcluir
  7. Gostei do artigo, pois, nele não contém julgamentos e devemos falar deste tema com muito cuidado.

    ResponderExcluir
  8. Creio que todos comentários tem um sentido, mas eu concordo que podemos sim ser salvos quando cometemos um suicídio, muitas vezes pensei em tirar a própria vida, sem fé, sem esperança, mas Deus me propôs dar uma segunda chance me mostrando que não é certo seguir este caminho, pois algumas coisas em nossos vidas nos machucam a fazer com que nós tenhamos este pensamentos mesmo sem saber o porque, pois muitas coisas podem estar ocultas ou que nem sabemos do nosso passado, mas enfim falou muito comigo este artigo e creio que vai falar com cada um que ler.

    ResponderExcluir
  9. Se um cristão se suicida,certamente, ele perdeu a maior esperança da igreja: A volta Cristo Jesus. Ele não espera mais pela sua salvação e quer acabar com a sua dor, a questão é que se esquece de que nós seremos transformados e revestidos em incorruptibilidade lá, pois não fomos feitos para nós completar aqui. Aqui somos peregrinos, quem tem essa convicção vai crer que todas as lágrimas serão enxugadas, no céu não haverá dor, tristeza, lástima. Creio que um suicida perde essa fé, porque está focado em matar a sua dor aqui.

    ResponderExcluir
  10. Discordo completamente de que um cristão se suicidar "A sua fé em Cristo o salvará" acho que quando alguém se suicida está fazendo isso para a sua própria condenação, pq Deus é o que dar vida e só ele pode tira-lá, não importa a dor q essa pessoa está passando se ela realmente tem Deus ee tem fé em Deus ela passará por isso... Tirá a sua vida chega a ser falta de fé, e a Bíblia nos diz que sem fé é impossível agradar-lhe...

    ResponderExcluir

Deixe aqui seus comentários, sugestões ou opiniões. Lembre-se:
- pode discordar, mas com educação