Jovem Crente: Ano novo, vida...

Ano novo, vida...


O ano de 2016 começou, e com ele uma expectativa sincera de que muitas coisas aconteçam ou mudem. Muitas pessoas desejam tornarem-se indivíduos melhores, quase todos desejam melhorar em qualidade de vida. Todo brasileiro quer um país melhor, e todo ser humano quer um mundo melhor. É triste, porém, ver que muitas coisas continuarão exatamente como estão, ou até piores. Foi triste assistir às comemorações das grandes cidades da Europa, sabendo que o medo por novos atentados terroristas contrastava com a alegria das festas. Seja em Paris onde as grandes comemorações foram canceladas, ou em Munique, onde ameaças sérias fizeram com que algumas linhas de metrô fossem evacuadas às pressas, todos gostariam de poder comemorar sem precisarem lembrar-se destas ameaças.



É triste também, saber que milhares de refugiados passaram o ano novo sem saber onde e como viverão com suas famílias nesse ano. Mais triste ainda, é olhar para o Oriente Médio e saber que por lá a situação ainda está muito longe de ser a ideal. Mais um ano começou, e, apesar da beleza e alegria que este momento proporcionou, aos poucos, todos são trazidos de volta à realidade.
Sim, os nossos dias são maus. Mas este início de texto não foi escrito para que tenhamos uma perspectiva pessimista e vejamos com culpa os momentos de alegria que passamos na virada de ano. Se pudemos nos alegrar, se pudemos agradecer a Deus por mais um ano que passamos, se pudemos louvá-lo por seu amor e por sua soberania nos muitos momentos em que não entendemos, então devemos fazê-lo com todo nosso coração. Mas a realidade que nos cerca não deve ser esquecida.
Se o desejo da maioria das pessoas é por um país melhor, por um mundo melhor, devemos saber que poucas coisas mudarão como gostaríamos. 
Porém, há também o grande desejo de que o ano novo realmente nos traga algo novo, algo que faça o fato de continuarmos vivos valer a pena, algo que nos surpreenda, que nos traga alegria. Para alcançar isso, muitas pessoas fazem metas, projetos, e sonham com novas conquistas. O que de forma alguma é errado, mas saiba que se estas coisas forem colocadas em primeiro lugar não trarão nada além de alegrias momentâneas, que logo exigirão novos sonhos e planos. Há quem diga que uma vida realizada seja construída destas pequenas conquistas, mas nós sabemos que há algo mais.
Se não experimentamos o que tanto desejamos, como algo que faça o ano valer a pena, é pelo fato de estarmos buscando essa satisfação em coisas erradas. Aproveite o tempo que você terá para buscar algo que seja maior do que este mundo e suas alegrias passageiras. Aliás, aproveitar bem o tempo, este é o conselho do apóstolo Paulo para aqueles que desejam honrar a Deus e encontrar satisfação em todos os momentos. Ele escreveu: “tenham cuidado com a maneira como vocês vivem; que não seja como insensatos, mas como sábios, aproveitando cada oportunidade, porque os dias são maus” (Ef 5.15,16). Paulo, inspirado por Deus, sabia da importância do que escrevia. Vivemos em dias maus, como foi dito no inicio deste artigo, e, portanto, não devemos viver esta vida de forma insensata, mas sim, aproveitando cada oportunidade que tivermos.
Seguindo o texto, Paulo mostra no v.18 que a forma de aproveitar bem as oportunidades que tivermos é deixando com que o Espírito Santo nos encha. Buscar aquilo que nos aproxima do Senhor, esta é a melhor forma de aproveitarmos o nosso tempo e deixar com que Deus faça 2016 valer muito a pena. Conhecê-lo e amá-lo, nada pode nos trazer mais satisfação e também consolo nos momentos difíceis. Por isso, avalie como você tem usado seu tempo. A forma como você o distribui revelará o que você mais ama, e provavelmente, em que está a sua confiança.
Então, se você deseja ter uma meta realmente relevante para este ano, busque amar mais a Deus. Obviamente você não conseguirá fazer isso somente com suas forças, por isso peça para que Ele o ajude. Invista tempo em oração e estudo da Bíblia, é isso que o manterá de pé. Na Bíblia encontramos TUDO o que precisamos para viver neste mundo com corações voltados para Deus de forma que sejamos totalmente satisfeitos e felizes.
Se você não tem o costume de gastar tempo com a Palavra, aqui vai uma dica que achei muito interessante. David H. Roper, um pastor norte-americano escreveu:
“Aqui está algo que comecei há muitos anos: reserve alguns minutos todas as manhãs para ler alguns versículos dos evangelhos (Mateus, Marcos, Lucas, João) e preste atenção ao que Jesus disse ou fez [...] coloque-se na história – por exemplo, no lugar do leproso que Ele curou com Seu toque de amor (Mc 1.40-45). Pense no quanto Ele o ama e em seguida lhe agradeça!” 
Esta é uma boa forma de começar, o ajudará a conhecer a Jesus e relacionar-se com Ele, mas com o tempo você poderá mergulhar cada vez mais profundamente na Bíblia. Algo muito legal de fazer é estudar livros inteiros da Bíblia, sistematicamente analisando os versículos e parágrafos. Descobrimos coisas incríveis e respostas que não imaginávamos existirem. 
Lembre-se também de gastar tempo em oração, é nestes momentos que o nosso coração entende a profundidade do que vimos na Bíblia, de forma que diante de Deus e com Ele, vemos nossos corações sendo transformados.
O melhor de tudo isso, é que quanto mais cheios dEle, mais servimos e amamos ao nosso próximo. Nos versículos seguintes Paulo mostra como pessoas que se deixam encher pelo Espírito agem, revelando corações alegres dispostos a louvar a Deus com aquilo que falam e fazem.
Se o mundo vai permanecer sendo palco da maldade do homem, faça a diferença, entregue-se a Deus e veja Ele te usar de uma forma que você não imagina, espalhando o Seu amor na pequena parte do mundo em que você vive.
Que em 2016, você possa amar e conhecer mais a Deus e sua Palavra, para que ao final do ano, seja capaz de olhar para trás e ver quantas coisas Ele fez em você e através de você!
Deus o abençoe, feliz 2016.




Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe aqui seus comentários, sugestões ou opiniões. Lembre-se:
- pode discordar, mas com educação