Jovem Crente: O que Boaz tem a ver com o meu namoro? (Parte 1)

O que Boaz tem a ver com o meu namoro? (Parte 1)



Você alguma vez já fez aquela listinha de qualidades que deseja que seu futuro marido tenha?
  
Assim como Rute é um exemplo de mulher (veja os textos sobre isso aqui e aqui), Boaz é um exemplo de homem! Se com Rute aprendemos o tipo de moças que Deus quer que sejamos, com Boaz vamos aprender como Deus quer que nossos futuros maridos sejam. E, então, se necessário, vamos rever alguns conceitos sobre como seria o namorado dos sonhos. Preparada?

Capítulo 2 (Boaz não aparece no capítulo um)

Boaz era um homem rico e influente. (Isso muitas meninas têm na listinha, não é?) Mas a grande questão é: como ele usava seus bens e sua influência? Lendo o texto, vemos que as atitudes de Boaz refletiam que ele tinha um relacionamento com Deus. Tratava seus liderados com respeito e amor, não de forma arrogante. Repare que o fato de ele ter dinheiro e poder não “subia à cabeça”. Ele não achava que poderia tratar seus servos do jeito que queria. A posição de liderança, para Boaz, não significava uma postura arrogante, opressora.

E em relação à Rute? A moça, é claro, logo chamou a sua atenção. E, então, ele perguntou aos seus servos: “A quem pertence aquela moça?”. (Ou seja, quem é seu pai ou quem é seu marido?) Você consegue perceber o que está por trás dessa pergunta? Boaz não “chegou chegando”. Ele não presumiu que tinha direitos sobre Rute. Ele a respeitou. E quando lhe contaram quem era aquela moça, Boaz tomou uma linda atitude...

Disse então Boaz a Rute: "Ouça bem, minha filha, não vá colher noutra lavoura, nem se afaste daqui. Fique com minhas servas. Preste atenção onde os homens estão ceifando, e vá atrás das moças que vão colher. Darei ordem aos rapazes para que não toquem em você. Quando tiver sede, beba da água dos potes que os rapazes encheram". (Rt 2.8-9)


Boaz, admirado com o caráter de Rute, com o seu esforço e sua lealdade, acolheu-a em sua plantação. Disse que ela não se afastasse de lá. Prometeu, também, que daria ordem aos rapazes para que não tocassem nela. (Mais tarde, quando Rute contou tudo isso para Noemi, a sogra concordou que ela não deveria ir para outra plantação, pois em outro lugar poderiam molestá-la! Já na plantação de Boaz, ele mesmo garantiu que a protegeria.) E mais, providenciou-lhe não só água, mas também alimento, como se lê no restante do capítulo.

Boaz se importou com as necessidades de Rute. Imaginou que ela poderia estar cansada, com sede e fome. Imaginou que, em outras plantações, ela poderia correr perigo. E fez o que podia para cuidar dela, para servi-la. Abençoou Rute com palavras e com atitudes...

Boaz respondeu: "Contaram-me tudo o que você tem feito por sua sogra, depois que você perdeu o marido: como deixou seu pai, sua mãe e sua terra natal para viver com um povo que pouco conhecia. O Senhor lhe retribua o que você tem feito! Que você seja ricamente recompensada pelo Senhor, o Deus de Israel, sob cujas asas você veio buscar refúgio!" (Rt 2.11-12)

Será que o futuro marido das nossas listinhas se parece com Boaz? E o menino de que você gosta, o seu pretendente, o seu namorado?
- Ele é respeitoso com as pessoas ao seu redor? Ou é arrogante?
- Como ele trata as meninas? Ele as usa conforme seus interesses egoístas? Como ele trata você? Ele te respeita, reconhecendo que você não pertence a ele?
- As iniciativas dele são no sentido de cuidar de você? Ou de se aproveitar de você? Ele está disposto a assumir a responsabilidade de te proteger e abençoar? Ele está se preparando para isso, buscando se tornar um homem cada vez mais bíblico?

Algumas observações...

1) Nada disso é inspirado em qualquer tipo de conto de fadas, mas no modelo bíblico de casamento (Ef 5.22-33) - lembrando que um namoro bíblico tem como propósito o casamento.
2) Se você chegou à conclusão de que não conhece nenhum moço como Boaz, não se desespere. Confie que Deus está no controle. E ore. Ore por seus irmãos em Cristo, pra que eles busquem a vontade de Deus e se tornem homens bíblicos, crescendo à semelhança de Cristo. (E se você não leu os textos sobre Rute, leia aqui e aqui. Nós também devemos buscar ser mulheres bíblicas.)
3) Boaz não era perfeito. Nem Rute. Você e eu também não somos... Mas não estamos falando de perfeição, estamos falando de buscar a vontade de Deus com base na graça que Ele nos oferece. Graça que nos perdoa, transforma e nos capacita para Lhe obedecer. Esse é o alvo.

A minha oração é que quanto mais um moço seja parecido com Cristo, mas ele seja atraente para você. E que quanto mais parecida com Cristo você for, mais atraente você seja para ele. ;)


*** Continua***


Elisa Bentvegna da Silva

3 comentários:

Deixe aqui seus comentários, sugestões ou opiniões. Lembre-se:
- pode discordar, mas com educação