Jovem Crente: Como lidar com as indecisões e descobrir qual é a vontade de Deus?

Como lidar com as indecisões e descobrir qual é a vontade de Deus?


Será que aceito esse emprego? Será que aceito namorar com ele? Será que mudo meu curso na faculdade? Será que é ele mesmo o cara certo? Será que presto vestibular? Será que saio de casa? Será que preciso esperar? Será que devo seguir em frente? Será que eu caso ou compro uma bicicleta? Será que preciso decidir tantas coisas mesmo?

Reconhecer qual é a vontade de Deus para a nossa vida, é algo muito difícil em alguns momentos. Quando passamos por épocas onde o futuro parece estar em nossas mãos ou por fases que temos que tomar decisões rapidamente, as pressões externas e internas nos mostram como a nossa tendência é ficar com medo, ansioso e até receoso pelo que pode acontecer. Crer que Deus está no controle das nossas vidas não nos tira a responsabilidade de decidirmos primeiramente buscar descobrir qual é a Sua vontade, e conseqüentemente escolher fazer o certo.


Ao entregarmos nossa vida a Cristo assumimos que iremos abrir mão das nossas vontades para fazer aquilo que Deus deseja, e não podemos esquecer que desde as decisões maiores até aquelas que muitas vezes não são tão relevantes precisam estar diante do altar de Deus.
Nós mulheres parecemos às vezes ser um pouco mais indecisas e confusas. Existem aquelas que são racionais, que param para analisar e fazem uma lista de prós e contras para tudo, mas existem também aquelas que são levadas instantaneamente pelos sentimentos e fazem aquilo que o coração manda. Em ambos os casos nós, como cristãs, precisamos acima de tudo verificar qual é o propósito de Deus para a nossa vida e nos focar em buscá-lo de todo o coração. As opções que nos cercam nos fazem parar para avaliar em quem ou no que estamos colocando nossa confiança. Dependendo da situação estamos muito mais preocupadas em fazer aquilo que queremos e achamos ser o melhor do que em buscar a vontade de Deus. Mas a essa altura você já deve estar se perguntando, mas como eu faço para descobrir qual é a vontade de Deus
Para descobrir qual é a vontade de Deus você precisa ser salva e buscar a santidade.
Uma entrega total é necessária para receber o direcionamento do Senhor para nossa vida. (Rm 12.1-2).  Para encontrarmos a vontade de Deus devemos reconhecer que Ele é o dono da nossa vida e quem planejou todo o nosso futuro (Ef 2.10).  Quando queremos decidir as situações por nossa própria conta estamos afirmando que quem está no centro do nosso coração somos nós mesmos pois sabemos o que é melhor. Quando Deus reina em nossa vida, já temos um primeiro grande pré-requisito cumprido para discernimos qual é a boa, perfeita e agradável vontade de Deus para as nossas vidas.
O fato de você já ser salva em Cristo faz alguma diferença no momento de tomar alguma decisão? Pois se não fizer você precisa sem dúvida parar para se questionar quem está em primeiro lugar. A partir do momento que aceitamos Cristo como nosso Salvador, devemos andar como Ele andou (1 Jo 2.6). Deus está muito mais preocupado em forjar o nosso caráter para que alcancemos a santidade do que nos levar para um lugar ou outro.

“Nossa tendência humana é nos concentrarmos apenas em nosso chamado – aonde devemos ir como devemos chegar lá e o que exatamente devemos fazer. A preocupação de Deus está no processo pelo qual Ele nos conduz ao amadurecimento de modo a deixar-nos aptos a nos tornarmos mais semelhantes a seu Filho. Somos obras em andamento.” Charles Swindoll

Nossa mente limitada não consegue entender o porquê de algumas coisas acontecerem, mas temos que ter consciência que Deus usa todas as situações para nos moldar e nos levar a compreender a sua vontade para a nossa vida. Em meio a decisões a serem tomadas devemos nos focar em tentar aprender o que Deus quer nos ensinar com tudo aquilo. Mas nesses momentos que nos sentimos pressionadas, o nosso coração pecaminoso revela como somos ansiosos, e como temos a tendência de querer ter o controle das situações. O medo de escolher um caminho ou outro algumas vezes nos mostra que temos receio que confiar plenamente em Deus e depender dEle para seguir adiante. Mas olhe o que a Bíblia nos traz em Provérbios 3.4-5: “Confie no Senhor de todo o seu coração e não se apoie em seu próprio entendimento; reconheça o Senhor em todos os seus caminhos, e ele endireitará as suas veredas”.
Somos tentados a basear nossas decisões de acordo com as nossas percepções, mas o que a Bíblia nos alerta é deixarmos de lado nossas conclusões sobre os assuntos e colocarmos Deus acima de todos os argumentos, para que assim Ele nos dirija. Quando nos concentramos na soberania de Deus, nossa preocupação tende a diminuir e ao invés de colocarmos o foco em nos mesmo, olhamos para cima e reconhecemos que não somos nada sem o Senhor que nos criou.

Fatores que nos indicam a vontade de Deus:


Bíblia: Infelizmente em alguns casos a Palavra de Deus não é o primeiro recurso a ser buscado e às vezes nem é cogitado.  Opiniões de amigas ou namorados acabam se tornando mais importantes do que a opinião de Deus. A Bíblia é suficiente para nos direcionar e guiar nossos passos cabe a nós dedicarmos tempo de qualidade estudando e aprendendo. Algumas pessoas ficam orando incansavelmente por alguns assuntos que a Bíblia traz com clareza. Ao invés de ficar esperando por uma voz vinda do céu, ou um raio indicando o caminho, você deve se ater a Bíblia e fazer dela um manual de vida.



Autoridades: Algumas vezes negligenciamos a opinião de nossos pais e lideres, mas o que a Biblia nos traz é que sem duvida precisamos agir com submissão (Ef 6.1-2; Cl 3.20; Rm 13.1). O conselho dessas pessoas precisa ser valorizado e levado a sério, e ordem destes precisa ser acatada, a menos que está ordem vá contra algum preceito ou principio de Deus.


Tome cuidado com alguns fatores que não podem ser levados como determinantes para uma decisão como, por exemplo: circunstâncias, paz interior, testes, visões e conselhos. Pois estes podem nos levar a basearmos nossas escolhas em sentimentos ou emoções passageiras. Mas como é bom termos a convicção de que podemos planejar todo o nosso futuro e todas as nossas decisões, e se deixarmos nossa preocupação e estivermos dispostos para fazer a vontade de Deus, Ele nos guiará.
“Em seu coração o homem planeja o seu caminho, mas o Senhor determina os seus passos.” Pv 16.9

Mas lembre-se: SABER qual é a vontade de Deus implica em FAZER a vontade de Deus.
Será que você está disposta a renunciar qualquer coisa que Deus pedir e a realmente fazer a sua vontade?





Este artigo foi escrito por Andrieli Giostri Fontana


Andrieli foi aluna do Curso de Liderança e Discipulado e desenvolveu o artigo como parte dos requisitos da matéria de Ética para moças. É membro da Primeira Igreja Batista de Curitiba.

3 comentários:

  1. Parabéns Andrieli, gostei muito do seu artigo. Muitas pessoas acreditam em seu próprio conhecimento, quando deveriam depositar em Deus sua total confiança.

    ResponderExcluir
  2. Parabéns seu artigo e muito bom e estou com um sério problema com a minha namorada estou a poco tempo com ela e decobri que a família dela e espirita e o pai dela e caixeiro e minha família e cristã mais eu gosto muito dela e estou numa forte indecisão se fico com ela ou não obs tenho 14 anos vou orar...

    ResponderExcluir
  3. Parabéns pelo contexto ! Isso me deixou alerta pra seguir as rédeas de Deus

    ResponderExcluir

Deixe aqui seus comentários, sugestões ou opiniões. Lembre-se:
- pode discordar, mas com educação