Jovem Crente: Quando o coração bate + forte - noivado

Quando o coração bate + forte - noivado

Você já ouviu um estudo sobre noivado?
Pois é, falamos muito sobre namoro, muito sobre casamento, mas pouca coisa sobre noivado. Infelizmente o noivado se tornou mais um jantar entre famílias, a oportunidade de usar uma aliança ou muitas vezes, nada.
Se você ainda não viu os dois últimos tópicos sobre o assunto você pode encontrá-los aqui antes de continuar:



Tem na bíblia
Não existe um paralelo entre o namoro moderno e o contexto bíblico. Já com relação ao noivado, nas Escrituras as famílias se acertavam para um casamento e os noivos se preparavam para o casamento. Era um acordo tão forte que terminá-lo era considerado um divórcio.



“Foi assim o nascimento de Jesus Cristo: Maria, sua mãe, estava prometida em casamento a José, mas, antes que se unissem, achou-se grávida pelo Espírito Santo. Por ser José, seu marido, um homem justo, e não querendo expô-la à desonra pública, pretendia anular o casamento secretamente.” Mateus 1.18-19

A história de José e Maria podem nos dar um exemplo disso. Mas que diferença existe entre o namoro e o noivado? Quais ênfases devem ser dadas em cada momento?
Ênfases do namoro
A ideia é que você possa responder à pergunta se é esta pessoa com quem quer passar o resto da sua vida. Para isso você precisa
  • Conhecer: é muito importante verificar as características do seu namorado, como ele(a) se comporta em cada situação, como é seu caráter, como se relaciona com outras pessoas inclusive a família.
  • Avaliar: você precisa entender os propósitos de vida que a pessoa tem, como pretende viver, que profissão quer seguir, onde gostaria de morar, enfim, pergunte sobre ela e fale sobre você.
  • CUIDADO: falem muito sobre o passado e presente, ainda não é o momento de planejar coisas juntos para o futuro. Quando falamos do futuro falamos de ideais, coisas bonitas, e isso pode ofuscar a visão  dos defeitos presentes, além de gerar uma falsa intimidade.
Ênfase do noivado
Após conhecer bem a pessoa chega o momento de responder à pegunta. Se ela é a pessoa com quem você quer se casar, se todos os passos que estudamos no namoro foram cumpridos, então agora é hora de assumir um compromisso. É isso mesmo, o namoro é um compromisso de que irão se preparar para o casamento. Agora é preparar para casar, não é brincadeira, por isso pense antes. Se o processo for bem feito, todo noivado deve chegar ao casamento.
  • Ajustar: no noivado você já decidiu que aquela é a pessoa certa. No entanto, tanto ela quanto você tem defeitos. Agora é a hora de começar os ajustes, de se preparar para viver com ele(a) com seus defeitos e qualidades;
  • Preparar: hora de pensar em moradia, móveis, preparativos para a cerimônia, marcar datas, escolher padrinhos, enfim, tudo o que for preciso para que o casamento ocorra em curto prazo. Não é saudável um noivado longo.
Fica esperto
Já que o noivado é bem mais sério do que muitos pensam, seria bom ficar esperto para algumas dicas:
  • Cumpra os compromissos (Mt 5.37) - se você aceitou o noivado, vá até o casamento.
  • Planeje antes (Lc 14.28) - começar uma vida juntos exige muita preparação, planeje-se.
  • Guarde-se para o casamento (Hb 13.4) - o noivado não é uma liberdade para ter maior intimidade física. Mantenha-se puro.
  • Tenha expectativas reais (Ef 4.1-3) - li estes dias no face que o amor não é aquela coisa divertida e colorida onde tudo se encaixa, isso é lego. E realmente é isso, seu futuro cônjuge é falho, seus defeitos atuais tendem a se intensificar numa vida  em conjunto e aquilo que te irrita agora vai irritar mais. É maravilhoso, mas só funciona debaixo da graça de Deus que nos transforma e que ajuda você a amar porque Ele nos amou primeiro.
  • Cultive o contentamento (Mt 6.33.34) - é muito comum casais quererem começar um casamento tendo tudo o que seus pais já tem (carro, casa, eletrodomésticos, etc). Lembre-se que eles estão construindo há décadas. Cultive a felicidade por cada presente pequeno que Deus lhes der.
  • Não faça dívidas (Pv 22.7) - Entre no casamento com menos coisas, com uma festa menor ou sem festa, com uma lua de mel mais modesta, com móveis de menos, enfim, faça o que for preciso, mas não entrem em dívida, ela vai acabar com a alegria do seu casamento.

Um comentário:

  1. Tenho feito planos de me casar com minha namorada. E as dicas apresentadas aqui foram de muita ajuda para orientar nossos próximos passos para o noivado e futuramente o casamento. Deus te abençoe Pr. Roberto, e obrigado pelos conselhos dados.

    ResponderExcluir

Deixe aqui seus comentários, sugestões ou opiniões. Lembre-se:
- pode discordar, mas com educação