Jovem Crente: CYBERBULLING LEVA ADOLESCENTE AO SUICÍDIO

CYBERBULLING LEVA ADOLESCENTE AO SUICÍDIO


Hoje fiquei chocado ao ler uma reportagem sobre uma adolescente de 15 anos que se matou por causa de perseguição feita pela internet. A reportagem da Folha dizia que mesmo depois de trocar de escola, alunas da antiga escola continuaram sua perseguiçãao entrando em contato com as novas colegas através de sites de redes sociais.
A garota desesperada pulou de uma ponte.
Você vai me dizer que jamais faria isso, no entanto, o sofrimento que esta moça passou pode ser o seu também. Ela sofria ao ser rejeitada pelas pessoas. Suas antigas "amigas" a rejeitaram, e as novas estavam à ponto de fazer o mesmo.
Este sofrimento é muito comum, mas na adolescência é mais notado e mais forte. Muitos adolescentes fazem de tudo para serem aceitos pelos colegas, quer sejam da escola, do condomínio ou até mesmo da igreja. Neste momento a pressão exercida pela turma pode levar você à fazer coisas que jamais faria em circunstâncias normais.
Mas por que isso acontece? Como podemos lidar com isso?
Ajustando o foco
Isso só acontece porque vivemos preocupados com o que as pessoas pensam sobre nós. Preste atenção. Você age, fala e se veste de forma à ser aceito pelas pessoas ao redor. Você ouve as músicas que ouve para comentar com os amigos, vai nos lugares que vai porque é lá que eles estão.
Nosso foco está nas pessoas. Lutamos para agradá-las.
Onde está o erro?
Deus deveria estar neste foco. Atos 17.28 diz que em Deus vivemos, nos movemos e existimos. 1 Co 10.31 diz que devemos glorificar a Deus em todos os momentos, até nos mais comuns como comer e beber.
Deveríamos agir, falar, nos vestir, frequentar lugares e tudo o mais que fazemos para agradar a Deus. Deus nos amou antes mesmo de fazermos qualquer coisa para Ele. Ele não gosta de mim porque sou magro ou gordo, por ser branco ou negro, nem mesmo pelo que faço.
A Bíblia diz que Deus prova o seu amor para comigo morrendo por mim mesmo eu sendo pecador. O seu amor é perfeito, grandioso e me salvou.
O que fazer então? Viver para Ele.
Quando Deus se torna o centro, quando vivemos para Ele, pensamos nEle, agimos de forma a agradar somente a Ele tudo o mais fica pequeno. Nossa alegria passa a ser a alegria de Deus.
Paulo disse em Filipenses 4.12 que aprendeu a viver contente em toda situação, isso incluia os momentos onde todos o rejeitavam. E olha que Paulo chegou ao cúmulo da rejeição, ele foi morto por pensar diferente, por seguir a Jesus.
Salmo 27.1 diz:
"O Senhor é a minha luz e a minha salvação; de quem terei temor? O Senhor é o meu forte refúgio; de quem terei medo?"

Galera, mesmo que todos te rejeitem, mesmo que seus amigos esqueçam de você, Deus jamais o abandonará. Coloque-o no foco da sua vida.


5 comentários:

  1. Bom artigo Roberto!!
    Sempre é bom lembrarmos quem deve estar no centro da nossa vida.

    Abraço!!

    ResponderExcluir
  2. Oi Roberto, tudo bem?
    Sou Giovanna da Edelman, agência de comunicação da Symantec. Vi que você comentou a respeito do cyberbullying e eu gostaria de complementar que, apesar de ser uma prática ainda não muito difundida no Brasil, é uma preocupação real e deve estar nas discussões de pais e professores.´
    O anonimato que a internet oferece sugere o anonimato, e é por isso que os adultos devem prestar atenção no que crianças e jovens fazem quando estão conectados na web.
    Um abraço, Giovanna
    giovanna.carvalho@edelman.com

    ResponderExcluir
  3. Giovanna, você tem toda a razão, infelizmente o anonimato abre portas para todo tipo de deturpação na internet. Não somente a possibilidade de causar dano à alguma outra pessoa como também de causar dano à mim mesmo.

    ResponderExcluir
  4. Shalom!

    Uma alegria conhecer o seu blog. O Eterno
    resplandeça o rosto DELE sobre ti.

    Medite no Salmo 36.8,9

    Abraços, Pr Marcelo

    P.s>> Visite:

    http://davarelohim.blogspot.com/

    e veja a interessante matéria:

    Encontradas moedas no Egito
    com a efígie de José

    ResponderExcluir
  5. Olá..
    Muito interessante esse post.
    Se colocarmos Deus no centro de nossas vidas, não iremos nos preocupar com o que vão dizer de nós. Seremos livres em Cristo.

    ResponderExcluir

Deixe aqui seus comentários, sugestões ou opiniões. Lembre-se:
- pode discordar, mas com educação